Os Crescidinhos

Má respiração durante o sono pode levar a desvios de conduta

Um estudo publicado na revista Pediatrics realizado com mais de 11 mil crianças ao longo de seis anos constatou que transtornos de respiração ao dormir podem gerar problemas de comportamento.

Os pesquisadores da Universidade Yeshiva, em Nova York, apontaram que entre os transtornos de comportamento vinculados aos problemas de respiração encontram-se a hiperatividade e a agressividade, ao lado de outros problemas emocionais.

Os pais e os pediatras precisam prestar mais atenção na ocorrência de transtornos na respiração das crianças enquanto elas dormem, talvez desde o primeiro ano de vida. Estes transtornos costumam atingir crianças entre dois e seis anos, mas também ocorrem em idades menores.

Aproximadamente uma em cada dez crianças ronca regularmente, e entre 2% a 4% tem apneia. Entre as causas mais comuns destes transtornos estão o tamanho excessivo das amígdalas e adenoides.

A conclusão foi que as crianças com transtornos de respiração ao dormir eram de 40% a 100% mais propensos a desenvolver problemas neurológicos de comportamento por volta dos sete anos de idade, comparados com as crianças que não apresentavam transtornos da respiração.

Esses transtornos ocorrem em função da diminuição dos níveis de oxigênio e aumento de dióxido de carbono no cérebro. Além disso, interrompem os processos de restauração durante o descanso e perturbam o equilíbrio de vários sistemas celulares e químicos.

Portanto, com os crescidinhos, é preciso ter tanto cuidado quanto com os bebês. Preste sempre atenção à respiração do seu filho. A qualquer sintoma de que a respiração está inadequada durante o sono, procure um especialista. E ajude seu filho a criar o hábito de, sempre que possível, realizar a higienização e hidratação nasal com um produto adequado.

Fonte: portal G1

Todos os direitos reservados © Família Respira 2015