Impetigo e vestibulite: como evitar?

14 set, 2021

|

por: Família Respira

Você já ouviu falar em impetigo e vestibulite? Apesar dos nomes não soarem muito familiares aos nossos ouvidos, as duas doenças são bastante comuns, especialmente em bebês e crianças. No artigo de hoje vamos falar um pouco sobre cada uma delas e os cuidados necessários para evitar essas situações tão incômodas para os pequenos.

O que é impetigo?

Impetigo é uma infecção superficial na pele que é muito comum, principalmente em crianças. (1) Perguntas como “impetigo é contagioso?”, “como é transmitido o impetigo?” e “o que causa impetigo?” são buscas bastante frequentes no Google e vamos responde-las a seguir:

• O que causa impetigo? O impetigo é causado por uma bactéria, o Staphylococcus aureus, o Streptococcus pyogenes, ou, ainda, ambos. Ele aparece devido algum trauma da pele, como cutucar o nariz com frequência, ou até mesmo após a picada de um inseto. Além dessas causas, ela pode acompanhar outras doenças. (2)

• Como é transmitido o impetigo? A doença é adquirida quando se é exposto à bactéria. Alguns fatores podem ser de risco para o contágio, como ambientes fechados, clima quente e úmido e lesões na pele. (2)

• Impetigo é contagioso? Sim! É uma doença muito contagiosa e que precisa de cuidados especiais para que ela não se alastre para outras partes do corpo da criança ou acabe contaminando outras pessoas. (1)

Quais os sintomas do impetigo?

O principal sintoma do impetigo são as crostas que se formam sobre a pele machucada. Essas crostas, também chamadas de pústulas, possuem pus, coloração amarelada e são muito delicadas, estourando facilmente. Outros sintomas típicos são coceira e vermelhidão. (1-2)

Como é feito o tratamento de impetigo?

A limpeza da pele da criança com água e sabão é o primeiro cuidado para o tratamento do impetigo. Casos moderados podem necessitar o uso de pomadas de antibióticos, aplicados no lugar. Já os casos mais intensos e espalhados pela pele pedem o uso de antibióticos orais. A identificação e prescrição do tratamento deve ser feita pelo médico, que irá conduzir da melhor maneira em busca da rápida recuperação da criança. (1)

O que é vestibulite? O que causa a vestibulite?

A vestibulite nasal é uma infecção causada pela mesma bactéria do impetigo, o Staphylococcus. Ela é causada por traumas no vestíbulo, aquela região de entrada do nariz, com pelos e pele. Esses traumas podem ser por digitais ou por corpos estranhos. Para facilitar o entendimento, casos de vestibulite por trauma por corpos estranhos são aqueles quando a criança coloca alguma coisa dentro do nariz, como um grão de feijão, pedaços de brinquedos ou qualquer outro objeto. Essas situações são bastante frequentes em bebês e crianças na faixa etária entre 0 e 4 anos. (3)

Já o trauma por digitais, é aquele quando a criança coloca o dedo várias e várias vezes dentro do nariz, que possui uma pele muito sensível. Infelizmente esse é bastante comum, já que as crianças colocam o dedo no nariz pelo menos 6 vezes por hora! (4)

Quais os sintomas da vestibulite e como curar vestibulite?

A vestibulite pode causar machucados na parte interna do nariz da criança, inclusive provocando sangramentos. O tratamento consiste em manter a higiene do local, drenar abscessos quando houver, e o uso de antibióticos, seja em formato de pomada ou via oral. (5)

Caso você identifique uma situação de possível vestibulite, o ideal é procurar o médico da criança para o diagnóstico e tratamento adequados.

Como evitar o impetigo e a vestibulite?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre as duas doenças, provavelmente quer saber como evitá-las, correto? Então vamos aos cuidados que podem auxiliar na prevenção dessas doenças que podem comprometer a saúde e qualidade de vida das crianças.

A limpeza nasal inadequada pode causar quebra da barreira de proteção e deixar a pele do nariz irritada (6), aumentando a predisposição a infecções secundárias, como impetigo e vestibulite. (7-8) Geralmente a limpeza do nariz de bebês e crianças é feita com fraldas de pano, manga da camiseta ou até mesmo com as mãos e, infelizmente, todos esses procedimentos podem machucar a pele delicada. Por isso, a limpeza adequada do nariz é uma das formas de auxiliar na prevenção das doenças citadas neste artigo.

Conheça Salsep Lenços Nasais Kids

Salsep Lenços Nasais Kids é o novo integrante da linha de produtos Família Respira e é um lançamento com muitos benefícios para a saúde dos pequenos. O lenço Salsep Kids foi desenvolvido para os cuidados com a parte externa do nariz dos pequenos: limpa o nariz sem desidratar a pele sensível e delicada ao redor. Confira os benefícios dessa novidade:

• Lenços umedecidos com solução salina, ingrediente natural para a limpeza externa e remoção da secreção nasal.

• Contém Vitamina E, que possui ação antioxidante e auxilia na cicatrização.

• Extrato de camomila e aloe e vera, que auxiliam na hidratação da pele e possuem ação calmante e anti-inflamatória.

• Hipoalergênico, já que não possui fragrância, parabenos e álcool.

• Prático e fácil de usar, com tampa abre e fecha para conservar a umidade dos lenços. Conheça agora Salsep Lenços Nasais Kids. Narizinho bem cuidado sempre!

 

Siga a página da Família Respira no Instagram e tenha acesso a muitos conteúdos sobre a saúde respiratória

Fontes:

1 – https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/impetigo/29/

2 – https://www.minhavida.com.br/saude/temas/impetigo

3 – https://www.scielo.br/j/rboto/a/6Dc3PfRLYsNdZyJ9Wbx8YSt/?lang=pt

4 – Wilson AM, Verhougstraete MP, Beamer PI, et al. Frequency of hand-to-head, -mouth, -eyes, and -nose contacts for adults and children during eating and non-eating macro-activities. J Expo Sci Environ Epidemiol. 2021;31(1):34-44.

5 – http://oldfiles.bjorl.org/suplementos/detalhes_debates.asp?id=75

6 – Houben E, Adam R, Hachem JP, et al. Clinical scoring and biophysical evaluation of nasolabial skin barrier damage caused by rhinorrhea. Contact Dermatitis. 2008;59(5):296-300.

7 – Lipschitz N, Yakirevitch A, Sagiv D, et al. Nasal vestibulitis: etiology, risk factors, and clinical characteristics: A retrospective study of 118 cases. Diagn Microbiol Infect Dis. 2017;89(2):131-134.

8 – Onerci TM. Nasal vestibulitis and nasal furunculosis and mucormycosis. Diagn Othorhinolaryngol. 2019:69-71.