Resfriado: como tratar de forma rápida?

22 mar, 2022

|

por: Família Respira

Estima-se que um adulto tenha em média de 2 a 5 resfriados por ano e uma criança em idade escolar, 7 a 10.¹ Resfriados costumam ser autolimitados, mas necessitam de atenção para que o quadro viral não evolua. No artigo de hoje, vamos falar sobre os sintomas de um resfriado e como tratá-lo de forma rápida. Vamos lá?

O que é o resfriado?

O resfriado comum é uma infecção viral aguda do trato respiratório superior (cavidade nasal, seios paranasais, nasofaringe e laringe) e os sintomas têm duração média inferior a 10 dias.

Os sintomas mais comuns do resfriado são:

  • Dor de cabeça
  • Espirro
  • Dor de garganta
  • Coriza
  •  Obstrução nasal
  • Tosse
  • Mal estar²

Dada a grande quantidade de sorotipos para diferentes vírus causadores de resfriados, testes sorológicos são impraticáveis para definição do diagnóstico.

Quais os tratamentos para resfriado?

Não existem medicamentos que curem essa doença. No resfriado, o tratamento visa cuidar dos sintomas para que o enfermo não sinta tão forte os desconfortos da doença. Por tanto, a ABORL-CCF (Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial) recomenda medicamentos como paracetamol e dipirona, que agem no alívio das dores de cabeça e garganta.³

A lavagem nasal com solução salina também é essencial no tratamento da obstrução nasal e coriza. Além do mais, a limpeza auxilia na retirada dos agentes infecciosos do nariz e traz melhor conforto na respiração, no sono e na qualidade de vida no geral.

Manter hábitos saudáveis de alimentação e hidratação também são fundamentais para a rápida recuperação do organismo.

Se você gostou desse conteúdo, acompanhe outros artigos sobre saúde respiratória aqui no blog. Para conhecer toda linha de Família Respira clique aqui! Siga a nossa página no Instagram e não perca nenhuma postagem da Família Respira.

 

Fontes

  1. https://www.scielo.br/j/rboto/a/xqgHnsqjbQpdrQPtrfFM7fs/?lang=pt – Capítulo 1, Introdução
  2. https://www.aborlccf.org.br/imageBank/guidelines_completo_07.pdf – Página 29, Definição
  3. https://www.aborlccf.org.br/imageBank/guidelines_completo_07.pdf – Página 39, Tratamento clínico