Ronco e doenças respiratórias: qual a relação?

11 fev, 2022

|

por: Família Respira

Segundo a Associação Brasileira do Sono (ABS), 34,5% das pessoas têm problemas de sono, sendo a insônia ou a falta de qualidade de sono fatores decisivos para a classificação deste problema.¹ No artigo de hoje, vamos falar especificamente sobre apnéia, ronco e doenças respiratórias. Vamos lá?

O que causa o ronco?

O ronco é um som que ocorre quando a respiração passa pela orofaringe (região atrás da base da língua) e que leva a vibração dos tecidos da boca ou garganta provocando efeitos sonoros.²

Essa vibração ocorre devido a bloqueios parciais do ar que podem ocorrer pelos seguintes fatores:

  • Excesso de tecido do nariz
  • Desvio de septo
  • Excesso de tecido na boca ou garganta
  • Nariz congestionado
  • Posição do corpo na hora de dormir
  • Obesidade

Apesar de ser um problema comum, o ronco pode fazer com que a pessoa tenha uma má qualidade do sono, causando fadiga, irritabilidade ou acarretar em novos problemas de saúde.³

Estou com o nariz congestionado. E agora?

O nariz congestionado, causado por gripes, resfriados, rinites e sinusites, pode fazer com que a pessoa tenha um ronco indesejado ou arrisca-se até atingir o ponto de apneia do sono. Felizmente, para isso existe tratamento e prevenções.

Primeiramente, se a causa do nariz entupido for alergia, é necessário realizar a limpeza do quarto e a troca da roupa de cama com maior frequência para evitar o contato com ácaros ou poeiras durante a noite de sono. Lembre-se que o melhor tratamento para crises alérgicas é a prevenção.

A limpeza nasal com solução salina é a primeira recomendação médica, pois não há contraindicação e a eficácia é rápida.⁴ Realizar o procedimento antes de dormir elimina as impurezas alérgenas que podem estar presentes na fossa nasal e traz o conforto de respirar bem pelo nariz.

Toda a linha de Família Respira foi desenvolvida pensando na saúde nasal desde bebês até adultos. É possível conferir os produtos clicando aqui!

Quem pode diagnosticar o ronco e doenças respiratórias?

Vale lembrar que cada pessoa tem seu diagnóstico próprio e o tratamento é personalizado, pois cada corpo reage de forma única. Portanto, é essencial o acompanhamento com um médico que poderá instruir os melhores caminhos.

A natureza do ronco pode ser diagnosticada por equipes multidisciplinares, como: odontologista, neurologista, otorrinolaringologista, fonoaudiólogo, entre outros.

Acompanhe outros conteúdos sobre saúde respiratória aqui no blog. Siga a nossa página no Instagram e não perca nenhuma postagem da Família Respira.

 

Fontes: 

  1. https://absono.com.br/wp-content/uploads/2021/03/consenso_insonia_sono_diagnostico_tratamento.pdf – Página 20, Aspectos Epidemiológicos
  2. https://www.einstein.br/especialidades/medicina-do-sono/doencas-sintomas/ronco
  3. https://absono.com.br/wp-content/uploads/2021/03/consenso_insonia_sono_diagnostico_tratamento.pdf – Página 18, Definição
  4. https://www.einstein.br/noticias/noticia/novas-diretrizes-tratamento-rinite-alergica